sábado, 4 de setembro de 2010

Depois do Começo



O começo das coisas, da vida, nem sempre é fácil. Acho até que nunca foi e será fácil.
Até as coisas se ajeitarem em nós,e nos acostumarmos a todo o caos do início de uma nova mudança, leva um tempo desgastante para a alma de um indivíduo. A mente trabalha, procura processar, procura não errar, procura se adaptar, procura tudo, menos o ponto certo do equilíbrio de forma imediata. A prova disso é que mesmo no seu descanso a mente trabalha, começar um pesadelo também não é fácil.


Mente pensante, pulsante e errante. 
Quais eram seus objetivos? Pensando, pulsando e errando mas nunca deixando de trabalhar.


Difícil traduzir em palavras aquilo que nem os olhares conseguem dizer...mas a gente tenta.


P.s.: Como descrito, o início sempre é difícil, confuso e tudo mais que não se consegue pensar. Tentarei ser mais claro nos próximos.






Nenhum comentário:

Postar um comentário